Ortodontia

Ortodontia

É uma especialidade odontológica que corrige a posição dos dentes e dos ossos da face posicionados de forma inadequada.
O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável, proporciona uma aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durar a vida toda.
Implantes

Implantes

Os implantes dentários são atualmente uma modalidade de reabilitação oral segura e com alto índice de sucesso. Podem ser utilizados para suporte de vários tipos de próteses através de raízes artificiais semelhantes às raízes dentárias colocadas cirurgicamente abaixo da gengiva.
Clareamento

Estética

Clareando seus dentes você terá maior segurança e auto-estima como resultado de um sorriso incrível e uma aparência mais jovem.
A Estética dentária também abrange correção de manchas, dentes separados ou com formato desigual.

A Clínica Denti Bianchi

Flexibilidade

Além de todo atendimento especializado respeitamos também os horários que facilitem a vida de todos os membros da sua família. ATENDIMENTO NOTURNO – Segundas,quartas e quinta-feira!
Atendemos a clientes e famílias dos bairros do Pilarzinho, Boa Vista, Primavera, São Lourenço e Vista Alegre, em Curitiba

Confiança

Na Denti Bianchi você vai encontrar a mesma relação de confiança , segurança, conforto e bem estar que encontra em seu lar.

Inovação

Nossa atuação e missão ,associadas à especialização e prática nos permitiu elaborar um conceito de trabalho inovador.

Nosso Time

Dra Niliana Teixeira de Faria Campestrini

Sócia Propietária, CRO/Pr 4741

Dra. Cristiane Bornia

Cirurgiã Dentista, CRO/Pr 26243

Dra. Débora Andrade

Cirurgiã Dentista, CRO/PR 27381

Dra Camila Phillipps C. Magosso

Sócia Proprietária, CRO/Pr 22.676

Dr. Ricardo Kazuyoshi Morita

CRO/Pr 22672

Camila Lemler

Recepcionista / Assistente Administrativo

Últimas do Blog

Você tem dúvida sobre Próteses Dentárias?

 

Próteses dentárias podem ter aspecto natural e com segurança!

Próteses dentárias são substitutos para os dentes ausentes que podem ou não ser retiradas da boca. Embora leve algum tempo para que a pessoa consiga se habituar a utilizá-las e embora nunca sejam exatamente iguais aos dentes naturais, atualmente elas oferecem uma aparência mais natural e maior conforto quando comparadas a aquelas de alguns anos atrás.

Existem dois tipos principais de próteses dentárias: totais (dentaduras) ou parciais. Seu dentista irá ajudá-lo a escolher o tipo de prótese mais apropriado, dependendo do número de dentes a serem substituídos e o custo do tratamento.

 

Como funcionam as próteses?

No caso de próteses dentárias totais, uma base acrílica da cor da mucosa bucal se apóia sobre sua gengiva. A base da prótese superior cobre todo o palato (céu da boca), enquanto que a prótese inferior é confeccionada na forma de uma ferradura, a fim de permitir espaço livre para acomodar sua língua.

 

As próteses dentárias são feitas sob medida em um protético, a partir de moldes tirados de sua boca. Seu dentista irá determinar qual dos três tipos de próteses descritas abaixo é o melhor para você.

  • Prótese Total Convencional (dentadura)
  • A prótese total convencional é colocada em sua boca depois que os dentes remanescentes foram extraídos e os tecidos cicatrizarem. A cicatrização pode demorar vários meses durante os quais você poderá ficar sem dentes.
  • Prótese Total Imediata
  • A prótese total imediata é instalada imediatamente após a extração dos dentes remanescentes. (Seu dentista tira as medidas e faz as moldagens de seus ossos maxilares durante uma consulta). Embora as próteses imediatas ofereçam a vantagem de você não ficar sem os seus dentes, elas precisam ser reajustadas nos meses subseqüentes após a sua instalação. A razão para isto é que o osso no qual os dentes estavam inseridos sofre uma mudança após a cicatrização, fazendo com que a prótese fique sem estabilidade.
  • Prótese Parcial Removível
  • A prótese parcial removível consiste em uma estrutura metálica que se apóia nos dentes naturais. Algumas vezes, são colocadas coroas sobre alguns dos dentes naturais e que servem como apoios para a prótese. Próteses parciais removíveis oferecem uma alternativa móvel para as pontes.

Quanto tempo poderá levar para eu me acostumar com minha prótese?

Novas próteses dentárias podem parecer estranhas e desconfortáveis durante as primeiras semanas ou até meses. Alimentar-se e falar com a prótese pode exigir um pouco de prática. É comum ter-se a sensação dos dentes salientes ou soltos, enquanto os músculos de suas bochechas e língua se habituam a segurar a prótese no lugar. O fluxo excessivo de saliva, a sensação de que a língua não tem lugar certo para ficar e uma pequena irritação ou ulceração não são incomuns. No caso de irritação, consulte seu dentista.

Qual a durabilidade das próteses dentárias?

Durante um certo período de tempo, sua prótese precisará ser reajustada, refeita ou recolocada devido ao desgaste normal. Recolocar significa fazer uma nova base, mantendo os dentes existentes na prótese. Também, com o passar do tempo, sua boca muda naturalmente. Estas mudanças fazem com que sua prótese fique solta, dificultando a mastigação e irritando a gengiva. Você deve consultar seu dentista, no mínimo uma vez ao ano, para uma avaliação.

Estas são algumas dicas para cuidar de sua prótese:

  • Quando manusear sua prótese, coloque-a sobre uma toalha dobrada ou um recipiente com água. As próteses são delicadas, e podem se quebrar se sofrerem uma queda.
  • Não deixe sua prótese secar. Coloque-a em uma solução de limpeza própria para próteses ou em água pura quando não a estiver usando. Nunca use água quente, pois esta pode deformá-la.
  • Escove sua prótese diariamente para remover os resíduos de alimentos e a placa bacteriana, e evitar que fique manchada. Um limpador ultra-sônico pode ser utilizado para cuidar de sua prótese, mas ele não substitui uma escovação cuidadosa diária.
  • Escove suas gengivas, língua e palato todas as manhãs com uma escova de cerdas suaves antes de colocar a prótese. Isto estimula a circulação em seus tecidos e ajuda a remover a placa.
  • Visite seu dentista se sua prótese quebrar, lascar, rachar ou ficar solta. Não fique tentado a ajustá-la sozinho – isto poderá danificá-la ainda mais.

fonte: Colgate Profissional

Emergências Dentárias, o que fazer?

Dor de Dente
Faça bochechos vigorosos com água morna.
Use fio dental para remover quaisquer alimentos presos entre os dentes. Se houver inchaço, coloque uma compressa fria no lado de fora da bochecha. Não utilize nada quente ou coloque medicamentos no dente ou gengiva dolorida.
Vá ao dentista o mais rápido possível.

 

Objetos presos entre os dentes
Tente remover o objeto com fio dental. Guie o fio dental cuidadosamente para evitar machucar a gengiva.
Se você não puder remover o objeto, procure um dentista.
Não tente retirar o objeto com um instrumento afiado ou pontiagudo.

 

Perda de dentes devido a traumas
Dentes de Leite: Leve a criança e o dente imediatamente a um dentista.
Coloque o dente em um recipiente com leite, água salgada ou com saliva da criança.
Se estes não estiverem disponíveis, use água.
Se você não puder ir a um dentista imediatamente,
Enxague levemente o dente em água morna. Não toque na raiz.
Para dente de leite: Não tente colocar um dente de leite de volta na cavidade. Coloque em leite frio ou em água e leve-o com você quando for ao dentista.
Para dente permanente: Com cuidado, insira o dente novamente de volta em seu lugar.
Vá ao seu dentista, se possível, nos próximos 30 minutos.

Quebra de dentes
Suavemente retire a sujeira ou os fragmentos de dentes da área ferida e limpe com água morna.
Coloque compressa fria na face, no local do dente ferido, para minimizar o inchaço.
Procure imediatamente um dentista.
Aplique pressão diretamente na área da hemorragia utilizando um pano limpo.

Mordida na língua ou na bochecha
Aplique pressão diretamente na área da hemorragia utilizando um pano limpo.
Se houver inchaço, aplique compressas frias.
Se o sangramento continuar, procure um pronto socorro.

Dente do siso, por que extraí-lo??

Os terceiros molares conhecidos como “dentes do siso”, normalmente erupcionam entre os 17 e 25 anos de idade, ou seja, são os últimos a aparecerem na boca.
Um terceiro molar erupcionado parcialmente pode provocar gengivites (inflamação da gengiva), abscessos, irritação local, dor, edema e até mesmo o aparecimento da cárie dental (figura), já que a higienização se torna difícil na região.

 
Quando o terceiro molar fica totalmente incluso (dentro do osso), pode produzir reabsorção do dente vizinho, transtornos dolorosos e até degenerações (lesões císticas).
A inflamação normalmente ocorre quando o dente do siso está para nascer. Ela é chamada de pericoronarite e isso ocorre pois não há como realizar uma higienização de qualidade no local. Assim, ocorre a formação de uma camada de resíduos alimentares que inflamam e causam uma dor enorme.A periconarite é a inflamação da gengiva que recobre o terceiro molar, ela causa dor no local ou na região de mandíbula e pescoço, além de dificuldade de abrir a boca, mastigar e engolir.
 
Algumas vezes causa até dor na ATM (articulação temporomandibular). O tratamento da pericoronarite consiste na higiene adequada do local, bochecho com anti-sépticos bucais, aplicação de água oxigenada na região (tratado pelo cirurgião-dentista) e, para a dor, analgésicos e anti inflamatórios. Se houver infecção instalada, há ainda a necessidade de antibióticos.

Segue abaixo alguns motivos para cirurgia no siso, ou extração do siso:

  • Falta de espaço na arcada dentária;
  • Obstáculo oferecido por dente vizinho;
  • Permanência exagerada de dentes decíduos na arcada;
  • Perda prematura dos dentes decíduos alterando a posição dos permanentes, chamado popularmente de “dor de dente no siso”.
  • Para que a cirurgia tenha um pós-operatório tranquilo e sem grandes desconfortos para o paciente, existem medicamentos adequados que são prescritas pelo Cirurgião Dentista.

 

CUIDADOS PÓS OPERATÓRIO

  • Não fazer bochechos nas primeiras 24horas. ( É quase 100% certo que o paciente vai chegar a casa e vai bochechar bem a boca para sair o sangue todo e “limpar” a zona. Nada mais errado, só está a retirar o coágulo e a fazer com que a hemorragia não páre ou demore mais a coagular aquela zona)
  • Não fumar. Não só pelo fato do tabaco atrasar a cicatrização.
  • Utilizar o gelo durante as primeiras 24h…15min de gelo com 10min de intervalo no minimo.
  • Não se deitar após a cirurgia nem fazer esforços fisicos ou abaixar muito a cabeça para ajudar na coagulação.
  • No dia da cirurgia e no seguinte, dormir com uma almofada alta, mantendo a cabeça acima do nivel do corpo.
  • Comer alimentos liquidos frios ou gelados nas primeiras horas, se possivel um dia inteiro. ( Ajuda a reduzir o inchaço e ajuda na cicatrização)
  • Nos dias seguintes se possivel comer alimentos liquidos ou semi-liquidos.
  • Tomar os medicamentos prescritos pelo médico dentista.
  • Manter uma boa higiene oral da zona nos dias seguintes à extração.

Endereço

Rua Alexandre Von Humboldt, 70
Pilarzinho | Curitiba, PR
CEP 82110-000

Email

sorria@dentibianchi.com.br

Telefone

(41) 3077-5555

Marque uma Consulta